pseudojornalismo

O Mundo em 2020

No final do ano passado, a revista Forbes pediu para o escritório de design Frog ajudá-los na previsão de como seria o mundo em 2020. Em dezembro, eles se reuniram em São Francisco e nesse encontro entre designers, futuristas e jornalistas, surgiu uma série de prováveis mudanças no nosso cotidiano, provocadas principalmente pelo avanço da tecnologia (grande novidade?).

Nosso Segundo Cérebro, o chamado “ThingBook”

No futuro praticamente todas as coisas visíveis estarão catalogadas e indexadas, prontas para serem identificadas instantaneamente. Quer comprar? No futuro nós não precisaremos mais das grandes lojas de departamento cheias de prateleiras (ainda bem, sempre achei elas um saco). Nós poderemos comprar diretamente pelo mundo. Você gostou daquele carro que passou por você? Ou daqueles sapatos que a mulher do outro lado da sala está usando? Tudo que você precisará fazer é olhar para o produto e seu aparelho celular ou talvez um óculos especial identificará o objeto, mostrando o melhor preço no mercado.

“Bodynet”

Como um google para o nosso corpo, as tecnologias futuras permitirão um monitoramento em tempo real das funções vitais do nosso corpo. Assim, você saberá exatamente a quantidade de exercício necessária para queimar as calorias daquele lanche (prefiro continuar sem saber).

Termômetro Social

Está interessado em saber como serão as redes sociais no futuro? O termômetro social ou “Whuffie” como é chamado, é um mecanismo que pretende definir pontos a sua pessoa, baseado no que os outros pensam de você. No futuro esse termômetro poderá ser usado como moeda real. Por que não? Celebridades estão acostumadas a conseguir coisas de graça de acordo com sua popularidade. Esse é o mesmo conceito, democraticamente elevado ao extremo. O modo como socializaremos mudará completamente uma vez que será possível saber tudo sobre a outra pessoa ao mesmo tempo em que mantemos uma conversa com tal pessoa. Você acha que namorar é difícil hoje em dia? Imagine uma situação onde todos no bar saberão exatamente seu histórico amoroso, assim que você passar pela porta.

Se esses especialistas estiverem certos, teremos um mundo ainda mais consumista e frio, onde relacionamentos e decisões serão baseados em números. A estatística dominará. Não haverá espaço para improvisos ou mudanças de conduta, afinal seu histórico “ruim” continuará com você. Também não gostou? Culpe essa maldita tecnologia!

Fonte: http://designmind.frogdesign.com/blog/envisioning-your-future-in-2020.html

Anúncios

Um comentário sobre “O Mundo em 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s