contos

Fronteiras, Fronteiras

Nunca pensei que atravessar uma fronteira seria tão difícil. Estava com minha família e naquele momento estávamos no topo de uma montanha: de um lado, o Brasil; do outro, uma bandeirinha da Argentina. Lembro que meu pai e eu estávamos tendo dificuldade para escalar as pedras, necessárias para se chegar no outro lado da montanha, um pico de mais de 2000 metros de altura. O medo era grande, qualquer passo em falso poderia decretar nosso fim, ali mesmo, numa queda livre direto para escuridão profunda de uma floresta desconhecida.

Depois de muito esforço, conseguimos chegar do outro lado. Mas ainda faltava atravessar a alfândega. Lembro que na hora pensei na implicância de argentinos contra brasileiros, sempre inventando formas de coibir e limitar produtos importados em seu território (pensamento preconceituoso que eu, sinceramente, não compartilho). Havia uma esteira, ali mesmo, no topo da montanha. Mas espere aí, a esteira era para as pessoas deitarem e irem descendo lentamente, como se fossem malas mesmo. Uma menina que havia ido na nossa frente, havia perdido o controle, fazendo com que seu corpo quase saísse da esteira, caindo naquele precipício suicida. Em seguida, meu pai se agarrou nas laterais da esteira, controlando a velocidade da sua descida. Na minha vez, percebi que pêlos da minha calça argentina estavam grudando na esteira. Quando me aproximava do fim do trajeto, aquela menina que quase havia morrido minutos antes, veio gritando pra mim, falando que eles iriam confiscar a minha calça ou qualquer coisa parecida. Fiquei nervoso, e quando cheguei ao fim, um policial argentino olhou minha calça e sem rodeios disse “Essa pantalón, no puedes”. Tive que colocar uma calça jeans às pressas, já que não poderia ficar sozinho, preso naquela alfândega maldita, enquanto minha família visitava aquele país curioso.

Acordei suando e extremamente assustado.

Anúncios

Um comentário sobre “Fronteiras, Fronteiras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s