contos

Ônibus Lotado

Nos últimos dias o único contato físico que ele tinha era dentro de um ônibus lotado. Tentava trocar olhares com as lindas moças que às vezes esperavam o ônibus lotado junto com ele. Mas seu coração estava duro e fraco e de alguma maneira estranha, essas moças sacavam isso e acabavam não dando bola pra ele. Era um outono já com cara de inverno, daqueles que o sorriso é uma jóia rara pra se mostrar somente pra poucos. O último sorriso sincero que ele havia visto foi de um jogador na comemoração de um gol, no jogo da TV. A única mulher que fala com ele todos os dias está dentro do ônibus lotado, informando a próxima parada e as portas corretas para o desembarque. Ele é aquele cara que você vê almoçando sozinho em horários alternados e em diferentes restaurantes, afinal ele não quer ser notado, não quer ser o rapaz que não tem companhia nem para um simples almoço. Mas ele está lá, acordando atrasado para o trabalho, tomando um café forte e fumando um cigarro fraco enquanto assiste uns minutos daquele programa da Ana Maria Braga. Já mora sozinho há anos e não faz questão de mudar essa condição, mesmo que de vez enquando ele se sentisse um pouco sozinho.  À noite ele bebe seu uísque, sempre com três pedras de gelo. Assiste algum filme clássico que tenha baixado daquele seu site favorito e antes de dormir, se masturba assistindo algum vídeo pornô da internet.

No dia seguinte ele acorda atrasado para o trabalho, toma seu café forte, fuma seu cigarro fraco e desliga o tubo da TV, depois de assistir alguns minutos do programa da Ana Maria Braga. No outro tubo ele espera o ônibus vermelho e lotado e no seu lado está uma linda moça. Dessa vez eles trocam olhares num sinal de convite para dividir a solidão de seus corações. Ensaiando uma conversa tímida os dois descem na mesma estação. Ele ascende o cigarro fraco e ela pede o isqueiro para ascender o dela. O frio é intenso e congela os lábios do rapaz, que timidamente prefere não dizer nada além de um “nada” depois de um agradecimento simpático. Antes de ir pro trabalho ele passa numa loja para comprar um novo telefone pra sua casa. Quando finalmente chega ao trabalho é recebido pela mesma moça linda do ônibus lotado.  Era seu primeiro dia no novo emprego.  No final do expediente eles trocam telefones e sorrisos sinceros. Love is in the air.

Anúncios

3 comentários sobre “Ônibus Lotado

  1. Já me conquistou no primeiro post que li, hahaha amores breves em transportes públicos me encantam. O engraçado é que o estilo desse texto, apesar de ser feliz, foi super melancólico. Eu consegui sentir exatamente o que o cara sentia. Parabéns!

    Obrigada pelo comentário lá no meu blog! Fico feliz que tenha gostado.

    Beijão!

    1. (rs) Pra não ficar só nos elogios (mas antes, preciso agradecer o teu) vou colocar o link do teu blog nessa lista do lado aqui, pra que outras pessoas tb possam te elogiar depois. Putz, acabei não conseguindo fugir dos elogios, enfim, paciência, rs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s