contos

Amizade na Capital do Caos

metrospA fumaça infinita das fábricas. O sol baiano na janela do decadente ônibus estrelar. Um turco-árabe garganteia consoantes no celular recém-comprado. As casas acumuladas em cima dos morros. Churrascarias de beira de estrada com suas promoções para casais.

Sem luz por semanas, o sentimento travestido de algum tipo de agonia constante. A velha e enfadonha Curitiba está longe e mesmo que a distância e o gosto pela cidade mudem de tempos em tempos, há cheiro de felicidade adiante ou ao menos em algum momento de seus próximos 13 dias.

E 13 é também o número de sua poltrona desprotegida do sol paulista, além de ser o número pichado num dos treze mil viadutos da cidade “mais feia do mundo”, especialmente quando seu cartão postal inicial é a marginal Tietê.

Nos metrôs, falsos formigueiros. Nas filas para ingressos de qualquer tipo, gente, e mais gente, e é tanta gente em todo o lugar que a impressão é que ninguém mais lembra como é estar sozinho. Da sacada do apartamento amigo, um respiro. Sem grandes planos ele sai sozinho, atrás de um almoço tardio às quatro da tarde. Na esquina, a comida requentada e a salada improvisada de nove tomates selam o buraco no estômago, enquanto na outra mesa uma garota chora cercada por colegas de algum trabalho burocrático.

No fim da tarde, o reencontro com o parceiro de caminhadas múltiplas. O abraço forte e a cachaça no copo, sem cerimônia e com a hospitalidade natural de sempre. Aos poucos, a fusão de pensamentos dá a vazão necessária para um velho sentimento universal chamado amizade.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s