contos, idéias

A Força Que Nos Alerta

miltonA situação pede silêncio. O mesmo silêncio presente há mais de dois anos e que acompanha a luta diária dela e de todos ao seu redor. Penso que esse seja talvez o maior desafio que alguém possa ter em uma vida, aparentemente sem sentido.

Coloco na TV o show de Milton e deixo que suas canções penetrem sua alma, enquanto seu corpo segue estático e seu coração segue pulsante e constante. Seus olhos abrem e brilham e eu daria tudo para saber o que passa em sua cabeça, tecnicamente sem atividade, operando em modo de sobrevivência.

Com seus olhos fechados, vejo suas pupilas em movimentos horizontais e suponho que ela esteja sonhando. E como nos sonhos o presente se mistura com o passado e o futuro, imagino que ela esteja experenciando a vida em sua plenitude, livre de responsabilidades e livre da decadência natural presente no tempo.

Seu tempo agora é outro, seus parâmetros mudaram e não serão médicos ou cientistas que poderão curá-la. Essa tarefa continua sendo dela mesma, assim como de todos nós. Nós somos responsáveis pelas nossas vidas, nascemos e morremos sozinhos e somente sozinhos poderemos nos curar de seja lá qual enfermidade que venhamos a ter.

Sim, falo de curas espirituais e dessas maluquices que as religiões pregam por aí. Infelizmente elas falham e não percebem que os caminhos são infinitos e que a luz é uma só. E o importante é buscarmos algum desses caminhos, guiados por aquilo que temos de mais puro – nossos corações. Afinal, a razão já foi contaminada por bilhões de anos em um planeta fadado ao fracasso.

E enquanto divago em pensamentos recorrentes, ela segue parada, serena e calma, com uma tranquilidade jamais vista em outras épocas, presente de sua condição atual, a qual jamais deverá ser julgada por ninguém. Ou, pelo menos, por alguém que escute seu próprio coração.

Me despeço com os versos de Fernando Brant, cantados por Milton Nascimento e que de alguma forma remetem à situação descrita acima:

“Mas é preciso ter manha

É preciso ter graça

É preciso ter sonho sempre

Quem traz na pele essa marca

Possui a estranha mania

De ter fé na vida”

Anúncios

3 comentários sobre “A Força Que Nos Alerta

  1. Prezado Igor, li com o coração todas as suas palavras. Fixo-me nas palavras luta, coração pulsante e constante, olhos brilham, pupilas em movimento, plenitude, luz! Tudo isto é vida! Todos estes sinais levam-me à palavra esperança. Estamos em corrente de amor. Abraços.
    Ana Edith

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s